mundo restrito

Your description goes here

  • RSS
  • Delicious
  • Facebook
  • Twitter

Popular Posts

Hello world!
Righteous Kill
Quisque sed felis

About Me

The Player
uma pessoa que busca a verdade
Visualizar meu perfil completo

Thumbnail Recent Post

Righteous Kill

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque sed felis. Aliquam sit amet felis. Mauris semper, velit semper laoreet dictum, quam diam dictum urna, nec placerat elit nisl in ...

Quisque sed felis

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque sed felis. Aliquam sit amet felis. Mauris semper, velit semper laoreet dictum, quam diam dictum urna, nec placerat elit nisl in ...

Etiam augue pede, molestie eget.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque sed felis. Aliquam sit amet felis. Mauris semper, velit semper laoreet dictum, quam diam dictum urna, nec placerat elit nisl in ...

Hellgate is back

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Quisque sed felis. Aliquam sit amet felis. Mauris semper, velit semper laoreet dictum, quam diam dictum urna, nec placerat elit ...

Post with links

This is the web2feel wordpress theme demo site. You have come here from our home page. Explore the Theme preview and inorder to RETURN to the web2feel home page CLICK ...


D. B. Cooper é o nome atribuído a um homem que sequestrou uma Boeing 727 nosEstados Unidos em 24 de novembro de 1971extorquindo 200 000 dólares[1] sob a ameaça de que teria uma bomba, saltando do avião usando um paraquedas após receber a quantia.
O nome usado por ele a bordo da aeronave foi Dan Cooper, mas em consequência de um erro de divulgação da imprensa, acabou tornando-se conhecido como "D. B. Cooper". Apesar de centenas de pistas obtidas com o passar dos anos, nenhuma evidência conclusiva foi descoberta a respeito da verdadeira identidade ou do paradeiro de Cooper, e a maior parte do dinheiro nunca foi recuperada. Diversas teorias surgiram para explicar o que teria acontecido a ele após o salto. A principal delas, colaborada pelo FBI, é de que o criminoso não sobreviveu à queda.[2]
A natureza da escapada de Cooper e a incerteza quanto a seu destino continuam a ser objeto de intriga. O caso Cooper (apelidado de "Norjak" pelo FBI)[3] é o único sequestro de aviões nos EUA não solucionado e um dos únicos no mundo, juntamente com o Vôo 653 da Malaysia Airlines.[4]
Apesar da notória falta de evidências do caso, algumas pistas significantes acabaram surgindo com o tempo. No final de 1978, uma placa contendo instruções de como baixar as escadas traseiras de um 727, posteriormente confirmada como pertencente ao Boeing do qual Cooper saltou, foi encontrada a poucos metros do local onde estima-se que o paraquedas tenha pousado. Em fevereiro de 1980, Brian Ingram, então com oito anos de idade, encontrou 5,880 dólares em cédulas abaixo de $20 nas margens do Rio Columbia, mais tarde também confirmadas como sendo parte do montante original, que foramicrofilmado pelo FBI.[5]
Em outubro de 2007, o FBI afirmou ter obtido uma amostra parcial de DNA a partir da gravata deixada por Cooper na aeronave. Em 31 de dezembro do mesmo ano, a agência reviveu o caso não-solucionado ao publicar online uma série de documentos inéditos relacionados às investigações, como relatórios e os primeiros rascunhos do retrato falado, na tentativa de obter informações que pudessem levar à identificação do criminoso. Em um comunicado à imprensa, o FBI reiteirou não acreditar que Cooper tenha sobrevivido ao salto, mas expressou interesse em confirmar sua identidade

Leave a Reply